Mudanças organizacionais

Após períodos de turbulências e mudanças de gestão é comum que os colaboradores e também os gestores  se tornem descrentes com relação ao que pode estar sendo proposto de forma inovadora ou “ressuscitante” de velhas práticas. Gato escaldado…. Nestas horas a área de gestão de pessoas precisa ter certeza de ter construído as pontes entre os patrocinadores para que as coisas realmente aconteçam como noticiado. Feito isso é preciso demonstrar a parceria para diminuir ansiedades e alinhar entendimentos, pois é bem comum as pessoas lerem e ouvirem o que querem/o que acreditam e não o que foi escrito ou dito. Eu sou partidária de sempre usar exemplos que traduzam os fatos e colocar a responsabilidade no colo certo. Quando a mudança tem a ver com carreira, por exemplo, é comum jogar a responsabilidade sobre a empresa, só que carreira é responsabilidade da pessoa. Esperar que promoções caiam do céu, que a empresa pague milhares de cursos, que o tempo de casa conte mais do que competência e resultado é, no mínimo, ingênuo nos dias atuais. Mudança sempre causa desconforto, desacomodação, desconfiança e até medo, mas a melhor forma de passar por elas é entender a essência e se livrar dos fantasmas o mais rápido possível. Gestão de Pessoas tem aí mais um grande desafio e acho que é por isso que não largo esta cachaça.

2 Respostas para “Mudanças organizacionais

  1. Ola Denise, gostei muito do post. Sair da zona de conforto e difícil, gera insegurança, mas as mudanças são necessárias para que possamos continuar nos desenvolvendo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s