Alimente as fantasias de suas crianças

Alimente as fantasias de suas crianças

Minha infância não teve muitos brinquedos e muito menos fantasia. Tudo era difícil, a começar pela minha família. Cresci pensando num futuro de independência e distanciamento, não tendo lembranças de alguma fantasia na qual mergulhei. Como acho que a fantasia é inerente ao ser humano, comecei a viajar nela depois de grande. Uma das minhas amadas afilhadas é um moleque saltador: não para um segundo quieta! Ela adora personagens de desenhos animados (e o Luan Santana também… argh) e dentre eles o Homem Aranha. Logo depois de ver o filme dos Simpsons, ela começou a se dependurar nas cortinas e janelas da casa imitando o tal personagem. Não perdi tempo e dei-lhe uma fantasia com capuz e tudo. Que sucesso! A pessoinha não queria mais trocar de roupa e saia bem feliz, toda caracterizada. Pois bem, ela foi crescendo e a fantasia “encolhendo”, apesar de ela ainda se enfiar nela e ficar quase sem ar. Procurei uma fantasia nova, mas não achei e tentei convencê-la a mudar de personagem. Nada feito: ela continua querendo ser o Homem Aranha. Há pouco a mãe dela encontrou a fantasia numa loja e me ligou. Imediatamente falei: compra agora!!!  A comadre é sensível e vai me deixar entregar o presente como seu eu tivesse ido até a loja. Já antevejo a alegria no rostinho da Memê e a fúria do pai dela que me culpa por incentivar as suas fantasias…he, he… Quem vai sair mais feliz desta história? Eu, com certeza.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s