Paul McCartney: a lenda!

Não é todo dia que a gente vê um ídolo ali pertinho cantando todas as músicas que a gente ama. Tudo bem que a entrada foi desorganizada e que levou quase três horas. Tudo bem que o perfil gregário do ser humano fazia com que ao ver um grupo parado, muitos se alinhavam em fila atrás achando que estavam indo em direção a uma das entradas. Voltando ao Paul: megaoverextrapluslargeextended de educado. Falou muito em português e com uma pronúncia ótima. Confesso que cheguei a pensar que ele não estava cantando e que não era ele, pois cantou mais de 30 músicas sem sair do palco e tomar um golinho d’água! Quando ele cantou Live and let die o povo veio abaixo com o show do telão (parecia que estava pegando fogo de verdade!) e com os fogos de artifício atrás do palco. Outro ponto alto foram as homenagens ao John e ao Jorge. Tive a exata noção do que é ser um artista com  “a” maiúsculo. Sem dúvida, este show deixou o dos Rolling Stones e You Two no bolso!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s