O dinheiro ou a falta dele que imobiliza, perdoa, desculpa

Tenho notado um fenômeno – nada novo – que é a transgressão de valores pessoais e abdicação, sem qualquer, culpa de deveres. Um exemplo é a criação de filhos. Diariamente, vejo cenas que só são possíveis pela condição social dos pais. Passei muitas dificuldades para estudar e cheguei a caminhar mais de 5 Km por dia para chegar à escola, por não ter grana para a passagem do ônibus. Nunca peguei uma recuperação na vida ou faltei aula por qualquer motivo que não fosse doença. Não estou me fazendo de mártir, mas apenas citando um exemplo verdadeiro. Como eu, muitas pessoas ainda enfrentam dificuldades de toda sorte para conseguir um lugar ao sol. Por outro lado, pais com melhor condição financeira – que bom! –  recorrem a psicólogos, professores particulares e a escolas que ofereçam recuperação de disciplinas, para fazer com que seus filhos passem de ano. Atitude louvável, se não fosse o funcionamento da estrutura familiar. Anualmente, estes filhos descompromissados, são alvo da benevolência paterna e apesar dos resultados, sempre negativos, continuam mantendo suas regalias. Não tenho filhos, mas acredito que a “facilidade” e o pouco valor ao esforço dos pais e, talvez, uma descrença na sua própria capacidade (afinal, pra que provar que é capaz, se os pais sempre dão um jeito?) mantenha este estado de coisas. Por outro lado, não é só a boa condição financeira que contribui para isso, pois em lares mais pobres a pouca responsabilização dos filhos pelos seus resultados, também acontece.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s