Chao Ming ao Molho de Ostras (de Lupi)

A vida nos proporciona… Não, nada disso. Na vida, nos proporcionamos momentos de alegria e satisfação. Quem não gosta de boa comida e companhia agradável? Pois então, as Focas do Camboja se reuniram na morada da Foca Procuradora Sumida  e fizeram o que mais gostam: comer e beber bem, dando muita gargalhada. A dona da casa estava sumida mas, há poucos dias, deu o ar da graça e convidou o grupo pra conhecer sua nova casinha. Por God! A “casinha” é uma coisa digna de qualquer publicação especializada e o bom gosto da mãe dela na decoração deu um ar agradabilíssimo aos ambientes. Eu, que adoro decoração e beleza já vou copiar uma idéia: colocar cortina de plástica no box de vidro. Por History! Que saco é limpar a aquela droga, que tá sempre opaca, por mais que se perca as pontas dos dedos limpando! Deixando a faxina de lado, um encontro de Focas sempre tem comida boa. De vez em sempre, quem cozinha é o Lupi Ostracius que desta vez fez o Chao Ming ao Molho de Ostras. Como ele mesmo disse, de repente, as ostras passaram a fazer parte da minha vida (graças a ele mesmo, he, he…). Resumindo o prato é um yakisoba com frango com molho de ostras (Lupi não te ofende mas não sei explicar melhor), podichic,  de comer ajoelhado, acompanhado de um bom vinho. Infelizmente, devido ao uso do aparelho, não consegui comer uma grande quantidade e me arrependi de não ter levado uma quentinha. O mais bacana naquela cozinha foram a alegria habitual da anfitriã e o prazer do cozinheiro com cada etapa do prato, compartilhando uma receita de seu vô torto, além da integração das demais Focas na preparação. Euzinha, muuuuuuiito prendada e basicamente vestida (parecia uma árvore de Natal) e do alto de um saltinho fino, por livre e espancada vontade, coloquei um avental e descasquei as cenouras. Pô, descascar cenoura é tudo! Ah e depois de um acidente com o liquidificador mal encaixado, ajudei a limpar a bagunça. Aliás, houve um acidente chatinho, mas sem consequências: fui raspada por um garfo e uma faca sem querer, num daqueles momentos de passa não passa por uma porta. A Foca Fazendeira ficou chateada, mas foi só um sustinho que deverá me custar uma cirurgia plástica com o Dr. Hollywood …he, he.. Aproveitamos o momento para nos despedir da Foca Loura que está partindo com a mana para a Itália, numa viagenzinha básica. Aliás, ele já se comprometeu que fará um strogonoff de camarão, sem creme de leite (que pena), na volta do velho continente. I Focas e viva o feriadão Iemanjá!

Uma resposta para “Chao Ming ao Molho de Ostras (de Lupi)

  1. lupi zen foca

    Supimpa descrição da nossa reunion ahsuahsauhauhs!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s