House

 

House

House

Sou um ser televisivo e fico confortável com isso. Ontem começou a sexta temporada de House (a série de maior sucesso no mundo!). O intérprete, Hugh Laurie, é simplesmente muito bom e muito bem dirigido num texto sempre inteligente. Minha expectativa é de que fosse um episódio legal e interessante. Mas foi mais do que isso. Quem nunca assistiu House não vai entender o que aconteceu, mas para os fãs, o episódio deve ter sido muito significativo. Gregory House não é unico, pois muitos tem em si características houseanas, quer pela forma de raciocínio, quer pelas interações com o outro. Ver como ele lidou, de forma sofrida, com seus problemas, foi muito forte. O episódio de ontem foi muito mais do que um gênio da medicina maltratando seus pacientes e salvando vidas. Mostrou a dificuldade de encarar medos e problemas, de buscar e aceitar ajuda. Recomendo.

 

Uma resposta para “House

  1. Concordo completamente contigo Dê; Gostaria que na vida real, existissem muitos House, com mais raciocinio e sutilezas Houseanas… Bjs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s